Tenho vindo a receber alguns elogios ultimamente acerca da consistência com que vou atualizando aqui o blog-website. No entanto, outro dia,  quando conversava com um colega, o próprio disse-me que por vezes os conteúdos aqui no blog-website tendem a ser demasiado grandes, embora possa ser completos.
Eu na verdade considero que é preferível escrever pouco mas com qualidade, do que exatamente o inverso. Na verdade nem todos os artigos têm sido grandes, mas nos últimos dias tenho-me concentrado em produzir conteúdo de elevada qualidade, e os prezados colegas visitantes, ao analisar pelos resultados, têm gostado bastante.

Na verdade a questão é que, falar por falar e deixar o leitor com algumas dúvidas e questões, penso que não vale a pena. Na verdade quando abordo uma temática, tento ser seletivo e ao mesmo tempo direto. Gosto pouco de ser redundante e estar sempre  escrevendo sobre o mesmo, primeiro porque o utilizador vai-se aperceber dessa estratégia, e segundo porque o que não faltam são temas interessantes sobre o que falar no dia-a-dia.

Foi também por isso que provavelmente tive a  reclamação de que não tenha falado sobre dinheiro. Embora não seja bem verdade, o fato é que tenho falado e abordado muitas outras temáticas – categorias, porque acho-as pertinentes aos empresários, estudantes, contabilistas e afins. Como referiu também um colega aqui nos comentários do blog-website, é bom quando se ensina a pescar e se dá as ferramentas para pescar também.

Hoje vou dar a conhecer 10 ideias que considero importantes para quem gosta de escreve artigos com relativa regularidade, seja em blogs, websites, jornais, ou outros. A consistência é sempre uma chave, mas existem outras idéias e dicas importantes de reter e executar. A construção de um post deverá seguir sensivelmente e sempre que possível, este tipo de estrutura, para que os leitores se adaptem ao nosso estilo e à  forma de apresentar os posts.

[1] Dê a sua opinião
Geralmente os blogs têm sucesso rapidamente, porque são escritos por pessoas e não por robots ou empresas, que geralmente são tremendamente institucionais ou burocratas. As pessoas gostam de ler blogs porque se identificam com os seus autores, e acima de tudo, porque gosto de ler e saber a opinião de quem escreve. É importante então, expressar a opinião pessoal, porque na verdade é isso que o leitor gosta de reter e captar. Faço-o de forma sucinta e clara, evitando esticar demasiado o discurso, sob pena de se tornar aborrecido.

[2] Links para o exterior
Há dois grandes motivos para linkar para outros artigos seus e de outros bloggers: O primeiro é o fortalecimento dos artigo aqui escritos, com informação adicional que é pertinente e de qualidade para a experiência do leitor, e o segundo, é uma grande vantagem ao nível de SEO, porque o Google considera importante linkar para artigos relevantes no meio e enquadrados com aquilo que se está a escrever.
Portanto, deixar alguns  links por post para outros artigos seus e de outros bloggers, é e deve ser sempre, uma prioridade a ter em conta.

[3] Escrever com qualidade ao invés de quantidade
É muito mais importante escrever com qualidade do que propriamente em quantidade. Um bom post deve ter entre 400 e 500 palavras, sendo que se fizer um artigo com 1000 ou 1500, é estritamente necessário que o faça com qualidade. Como referi no ínicio do artigo, os posts grandes só fazem sentido quando são preenchidos com elevada qualidade e metodologia. Escrever só por escrever torna-se então uma desvantagem.
É importante também que considere escrever o máximo, consumindo o mínimo de palavras possível. Quanto mais conseguir dizer utilizando menos palavras, mais compacta é a sua informação e a filtragem do leitor é maior.

[4] Títulos atrativos e vísiveis
Já alguma vez pensoei porque é que os jornais têm os títulos tão grandes? Na verdade os títulos devem transmitir muita da informação contida depois no corpo de texto do artigo. Coloquei todos os seus argumento no seu título. Um bom título é também uma das melhores formas de atrair leitores ao seu blog. Quanto mais interessante for o título e chamativo, maior será o número de leitores interessados em lê-lo. No entanto, é imprescindível que o título faça juz ao conteúdo. Se for demasiado sensionalista, pode correr o risco de os seus leitores lerem o conteúdo e não o enquadrarem com o título, achando que dessa forma foram enganados.

[5] As listas
Escrever em forma de lista é sempre bom na óptica de quem lê. Todos gostamos de ler pontos e listas, porque a informação aparece compilada de uma forma muito mais atrativa, onde os sub-títulos e os pontos marcam uma grande vantagem face ao texto corrido. Posts inteiramente de texto, geralmente, tornam-se mais aborrecidos do ponto de vista visual, e repelem muitos utilizadores que os acabam por ler na diagonal.
Sempre que possível, colocamos pontos (1, 2, 3 ou a, b, c) e/ou faço listas nos seus artigos, como forma de compactar e compilar a informação.

[6] Como fazer com que os seus posts sejam fáceis de ler
Muitos utilizadores navegam na internet de uma forma extremamente rápida e quase como se estivesses com pressa. Como já havia referido anteriormente, quando um paraquedista cai no seu website, você tem entre 10 a 30 segundos para captar a sua atenção, pelo que é extremamente importante assegurar que o seu artigo é interessante e de fácil leitura. Muitos são os artigos lidos na diagonal e registados nos favoritos do browser, para uma análise posterior. Portanto, criamos vários sub-títulos e partes do texto a negrito, para que seja possível ler um artigo em poucos segundos, filtrando apenas o que é realmente importante de reter.

[7] Seja consistente com o seu estilo
Uma das grandes vantagens deste blog-website face à sua concorrência, é a consistência com que é escrito. Muitos leitores aqui do blog gostam da forma como escrevo e da maneira simplista com que tento introduzir e dar a conhecer algumas temáticas.  Manter-se consistente na  forma de escrever, e evitar utilizar dicionários como forma de carregar  artigos com palavras mais técnicas ou ricas. Os leitores notam rapidamente que o seu estilo perdeu-se, e isso terá repercursões nos seus resultados futuros. Seja você mesmo.
Os leitores que se afiliam a um blog, geralmente sabem o que esperam dele, portanto adoramos suas opiniões.

[8] Utilize as keywords de forma natural
Depois de escrever um artigo, sempre é importante um checkup e equacione de que forma as pessoas irão encontrar o nosso artigo. Publicamos as palavras-chave, e introduzimos quando possível no título e dentro do seu artigo, de uma forma natural. Se forçar demasiado a inserção de palavras-chave, o artigo irá perder a consistência e naturalidade, e os  leitores irão rapidamente perceber que se procura mais em rankear do que o seu artigo, do que em fornecer um complemento de qualidade para os leitores.

[9] Escrever com linguagem apropriada
Erros ortográficos acontecem com regularidade em muitos blogger, eu incluido. No entanto, escrever regularmente com erros não é uma boa politica. Tenho lido 2 ou 3 blogs regularmente que escrevem com erros ortográficos crassos, pura e simplesmente por negligência. É importante que tenha atenção à forma como escreve e para quem escreve. Não existe pior leitura possível do que aquela que está minada de uma ortografia incorreta, ou de uma construção frásica sem sentido.

[10] Reveja o seu trabalho antes de publicá-lo
Geralmente os jornalistas  revêem os seus trabalhos vezes a fio antes de ester ser publicado? É dessa forma que se assegura uma escrita correta e isenta de erros, sejam eles ortográficos ou de outra forma. É importante nossa revisão,  a cada trabalho antes de o publicar, não só para assegurar que não contem erros, como também para remover e optimizar a estrutura de texto. Existem sempre partes que não interessam ou que são poucos relevantes para o leitor.

Estas são para mim as 10 dicas mais importantes que mantemos paraa altura de escrever um artigo num blog ou noutro local qualquer. É apartir desta lista que escrevo aqui no blog e noutros espaços onde geralmente participo. A coerência e a regularidade com que se escreve é também muito importante, para de alguma forma, criar afinidade entre você  nosso leitor.

Espero que as dicas lhe possam ser úteis a vista de saber como construimos de forma metódica nossos artigos. Apontamos os sub-títulos num bloco de notas, e tentamos segui-los quando possível, sempre que se inicia a construção de um novo artigo neste blog. Se utilizar uma outra forma de escrever ou compilar artigos, Nem sempre é possível um comentário com a nossa experiência profissional devido a falta de tempo para tantos assuntos a serem tratados no dia-a-dia.